Posts tagueados

textinho

Refletindo

Eis meu estado: meu telefone se encontra no silencioso para calar sua voz e seu grito de arrependimento e o resto? Bem, estou tentando não pensar no assunto. As fotos e cartas e qualquer vestígio seu, estão espalhados pela casa em pedaços, que rasgam e tiram você por completo de mim. Os mesmos pedaços em que eu me encontrava e não serviram em você, estão perdidos nos cantos desta casa vazia. Uma casa tão vazia quanto eu. Tão cansada de ser preenchida e alugada e visitada por todos sem permanência, sem compra, sem alguém que a alugue eternamente. Meus contratos são de curto prazo exatamente para evitar que as pessoas abusem e fiquem por muito tempo e se intitulem donos de toda a minha arquitetura, dos meus móveis, das minhas paredes descascadas e do meu quintal. São meus, entende? Mas quando é que vai aparecer alguém suficientemente capaz de tomar

Leia Mais
Refletindo

Não foi dessa vez. O mundo não acabou. Mas me fez pensar naquelas palavrinhas que nunca saberemos a resposta, mas insistem em ficar na nossa cabeça: “e se..”? E se acabasse eu não teria dado aquele abraço na minha irmã, o beijo nos meus avós, e um cafuné na minha mãe. Não teria deixado claro o quanto eu amo cada dia mais o meu namorado e o quanto sou grata ao meu pai. Eu não teria conhecido o Havaí, nem a China, nem Dubai. E nem New York! O que eu estou esperando? O mundo não acabou mas o fim cada dia tá cada vez mais próximo. Pra todos nós. Cada dia que não vivemos intensamente, morremos um pouquinho. Eu sei, dá preguiça. Não temos tempo, não temos dinheiro. Não faltam desculpas. Para viajar, você não precisa sair de casa. Um filme faz com que você conheça várias culturas. Dizer

Leia Mais
Refletindo

Desejo que no ano que vem você possa rir um pouco mais de si mesmo. Que você possa, inclusive, achar graça de um comentários maldoso a seu respeito. Que você transmita o que gostaria de receber. Que você entenda que nem sempre vão acreditar em você, não importa o quão maravilhosas sejam suas intenções falando a verdade. E que isso não te faça uma pessoa desacreditada. Que você encontre alguém que não estava procurando. Que você encontre algo ou alguém que te faça sorrir todos os dias, mesmo longe. Que você ame um cachorro. O animal e o cafajeste – os dois te fazem aprender muito sobre a vida. Mas que você saiba a hora de abrir mão de pessoas que não te fazem mais bem. Que você seja apaixonada pelo seu trabalho. E se você não for, tenha coragem de deixa-lo. Sem dó. Sem medo. Que você não engane

Leia Mais
Refletindo

Um amor de verdade não faz você questionar. Ele tem as respostas. Tem cheiro de paz e um sorriso sincero. Você não chega em casa após encontrar o verdadeiro amor. Ele é o próprio lar. É como calçar as meias para aquecer os pés alheios. Proteção mútua, vida que não se divide, soma em dois para depois se multiplicar. Amor assim não cansa, não faz mal, nem enjoa. Vicia, mas é saudável. Embriaga sem desviar o foco. Tonteia, mas te deixa no rumo certo. Seus pensamentos já não lhe pertencem, são gêmeos e o que resta é uma vida com outros sentidos. Não dá pra enxergar um dia sequer com a ausência desse amor. O caminhar é seguro. Um amor de verdade torna-se o mais forte equilíbrio emocional, base para qualquer caminhada. Garantia eterna de uma apólice real. Mesmo que apareçam armadilhas, você nunca estará sozinho. É como se a

Leia Mais
Refletindo

Um dia, de repente, as festas de quinze anos que juntavam a galera se transformam em casamentos. Sua amiga que te arrastava para as noites mais furadas e divertidas da cidade, tá passando todas noites de sábado com o namorado novo. E você? Você percebe que as amizades verdadeiras são aquelas que permanecem quando a balada vira cinema e quando a vodka vira vinho tinto. Amiga mesmo é aquela que, independente do seu estado civil ou de espírito, tá do teu lado. Não é aquela que quando você muda de humor, é porque você virou “a chata”. Que quando muda de estado civil, virou “a apaixonadinha”. É aquela que, quando precisar, você sabe que estará do seu lado – seja pra virar shots de tequila, ou virar a noite cuidando do neném que você escolheu ela para ser madrinha. Afinal, quem mais poderia ser? A vida toda passamos por fases,

Leia Mais
Refletindo

Ela mora no interior e ele na capital. Ela tem uma energia de viver declarada no olhar, enquanto ele carrega uma certa timidez e uma cautela no arriscar. Em comum, um sentimento forte, nunca visto ou sentido por ambos. Mas isso nunca foi o suficiente. Os sonhos distintos afastaram os dois. Ela foi morar fora, ele ficou. Eles tentaram à distância, mas não deu certo. Outras pessoas apareceram, eles se envolveram e foram felizes. Mas nunca o suficiente. Foram anos de uma esperança incomum, de um dia viver aquela história interrompida, consertar as falhas do destino, devolver justiça ao tempo. Os desencontros ocorriam até quando ele entrava em uma sala de bate-papo na internet. Ela havia acabado de sair. Quando ela voltava para a terra Natal, ele estava em viagens, ou atarefado com o trabalho. Quando quis largar tudo para ir atrás dela, faltou dinheiro. Quando ela quis abandonar tudo,

Leia Mais
Refletindo

O amor é muito mais que palavras. Amar é um verbo, mas torná-lo real vai muito além de qualquer definição. Você não o pega, você não o segura. Amar não é se encher de pessoas vazias para se sentir completo. Não é gritar ao mundo seus sentimentos, muito menos se esconder neles. O amor não se mantém com promessas ou indiretas nas redes sociais. A gente encontra o amor naquele sorriso que escapou sem que pudéssemos perceber ao receber uma sms. Ele está no encontro de olhares perdidos. Na dança desengonçada em frente ao espelho. O amor está na loucura, na razão, nas noites de ciúme e naquele abraço quentinho. Ele está onde a gente não procura. Não dá pra calcular, nem medir, muito menos descrever. O amor se mostra sem nos pedir permissão. E de repente, ele não precisa das suas palavras porque cria forma por si só. Você

Leia Mais
Refletindo

Sábado à noite e eu em casa, tentando assimilar as porradas que levei da vida nos últimos dias. Não bastasse eu questionar minha profissão e todas as minhas atitudes nessa existência, meu relacionamento acabou da forma mais surpreendente possível. Como assim, não dá mais? Naquela hora senti o chão abrindo um buraco e enquanto eu caía, uma faca atravessava a minha garganta, vinda do estômago e passando pelo peito. O pior de tudo é que ainda me sinto em queda. Preparo um drink para me fazer companhia, enquanto assisto a um reality show de gordinhos tentando emagrecer que passa na TV à cabo. De repente o telefone toca. Deve ser a minha mãe perguntando se eu jantei, ou querendo saber onde vou almoçar amanhã. Não era. Aquele nome bem conhecido piscando no visor do celular foi como se eu tivesse engolido um tijolo. Pensei em não atender. Pensei em atender

Leia Mais
Refletindo

Fiquei triste. Percebi que demorei tanto pra tomar meu café, que ele esfriou. Percebi também que o mesmo acontece com as pessoas ao meu redor, cansadas de esperar, quando as procuro, já foram embora. É sempre assim, sabe? Quero viver cercada de pessoas, mas preciso e encontro paz só em minha solidão. Quero ser o calor de alguém, mas se eu colocá-lo no meu coração, ele empedra. Sou egoísta, não sei dividir meu silêncio. Egocêntrica. Teimosa. Sei todos os meus defeitos e melhor, não os escondo. Sou de verdade. Apesar de me beliscar às vezes pra constar que sou de carne e osso porque costumo vestir minha armadura por tanto tempo que ela se tornou quase uma segunda pele. Não é fácil tirá-la e deixar minha ferida exposta. E estou aqui em carne viva escrevendo esse texto. Eu decidi que minha vida é dividida em meses, meus meses em dias,

Leia Mais
Refletindo

Por que você foge de mim? Não vê que eu fui feita pra você? Você tem a habilidade de esconder de si mesmo o que sente. Eu não consigo. Sou toda verdade quando estou contigo e tuas falsas mentiras não me convencem mais. Acorda, cara, ninguém vai te fazer sorrir como eu. Conheço tuas vontades, adivinho teus pensamentos e mesmo assim, você disfarça. Que incapacidade para ser feliz. Às vezes a gente não enxerga o que está debaixo do próprio corpo. O pior de tudo é te encontrar e ter que te seduzir mais uma vez, sabendo que você me quer. Isso te deixa melhor? Tudo bem, eu não me importo, vou atrás do que quero mesmo e quando te vejo, só tenho línguas pra ti. Enquanto isso, vai tentando esconder essa vulnerabilidade, essa confusão sentimental. Nem você se entende e eu ainda me pergunto como perco meu tempo contigo.

Leia Mais